Bruno Isaias Cañete, goleiro de 16 anos do Club Sport Colombia, morreu no gramado depois de levar uma bolada no estômago. Em entrevista à emissora Telefuturo o pai do garoto, Christian Cañete, contou o que aconteceu.

“[Bruno] Recebeu a bolada ao fazer uma defesa. A sua última defesa. Se levantou e colocou a bola em jogo e caiu… 16 anos, Bruno Isaias Cañete”.

O treinador do time, Alex Quintana disse que não havia ambulância no estádio do Sport Colombia. O Corpo de Bombeiros foi acionado e os socorristas demoraram 40 minutos parachegar. O próprio técnico e o pai de Bruno, que estava no local, tentaram reanimar o goleiro, mas não conseguiram.

Um dos maiores ídolos do futebol paraguaio, o ex-goleiro José Luis Chilaver criticou a falta de ambulância no Twitter. O jogo contra o Cerro Corá aconteceu no campo do Sport Colombia na última sexta-feira. Christian Cañete espera que o caso leve a mudanças.

“Espero que isso que aconteceu com meu filho sirva para que os dirigentes do futebol paraguaio levem mais a sério o futuro do esporte. Porque futuro não é Cerro (Porteño) nem Olimpa, são as categorias de base. Que coloquem o empenho necessário, o que não colocaram. ”

COMPARTILHAR