A partir da próxima segunda-feira (15), as repartições públicas de Mangueirinha, Sudoeste do Paraná, passarão a atender em meio expediente. A medida não atinge setores essenciais, como saúde e educação, e deverá seguir até o final de fevereiro. O anúncio foi feito pelo prefeito municipal, Elídio Zimerman de Moraes, na tarde de quinta-feira (11), justificando a ação como forma de contenção de despesas.

Prefeito anunciou a medida por meio de rede social

Conforme Moraes, apesar de diversas medidas, no sentido de economizar, a mudança nos horários de atendimento se faz necessária devido à queda na arrecadação do município. As repartições, exceto unidades de saúde, escolas e estabelecimentos do gênero, funcionarão das 07h às 13h. “Tomamos essa decisão para que tenhamos economia e evitar que cheguemos ao final do ano como diversos municípios do Estado, com quase cinco meses de salários atrasados”, justificou.

Detalhou a situação, apontando que a prefeitura, em 2017, perdeu cerca de R$ 10,8 milhões comparado ao ano de 2016, uma vez que o município teve de arcar com quase R$ 5 milhões em empenhos da gestão anterior, além da perda de R$ 6 milhões em arrecadação durante o ano.

Salientou ainda que a própria AMP (Associação dos Municípios do Paraná) está orientando os prefeitos a tomarem determinadas medidas, como precaução. “Estamos agindo dessa forma, para evitar percalços e podermos atender todos os setores da municipalidade e, principalmente, garantir os salários dos nossos servidores”, finalizou.