O Brasil não estreava com tropeço em Copas do Mundo fazia 40 anos, mas quebrou o tabu neste domingo (17), na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O time ficou no 1 a 1 com a Suíça, em Rostov, pelo grupo E do Mundial.

Philippe Coutinho abriu o placar, aos 20 minutos do 1º tempo, mas bastou uma desatenção na defesa que o time levou um gol, de Zuber, aos 5 minutos da etapa final. O zagueiro Miranda, que estava à frente do suíço no lance, reclamou de empurrão, mas o árbitro falou que não houve nada.

“Se eu tivesse me jogado, ele assinalaria empurrão. Tem árbitro de vídeo. Eles viram, acharam que não foi para tanto”, lamentou o zagueiro Miranda, após a partida, sobre o lance do gol da Suíça. “O gol que eles fizeram, a meu ver, foi falta. Não importa a força do empurrão, foi suficiente para o Miranda não conseguir subir. Não sei se o juiz não viu ou não quis ver, mas não adianta ficar lamentando”, disse o meia Willian.

Mais cedo, a Sérvia derrotou a Costa Rica por 1 a 0. Com isso, os sérvios lideram o grupo E, com 3 pontos. Brasil e Suíça têm 1 e a Costa Rica, nenhum. Na próxima sexta-feira (22), a seleção brasileira enfrenta a Costa Rica, na segunda rodada.

HISTÓRIA

Desde a Copa de 1982, o Brasil sempre estreou com vitórias em Mundiais. O último tropeço foi em 1978, quando a equipe ficou no 1 a 1 com a Suécia. Nas 20 Copas anteriores, o Brasil venceu 16 jogos de estreia, empatou dois (1974 e 1978) e perdeu dois (em 1930 e 1934).

RETROSPECTO

Em Copas do Mundo, Brasil e Suíça só haviam se enfrentado uma vez. Foi em 1950, no primeiro Mundial sediado pelo Brasil. A partida, no Pacaembu (São Paulo), terminou 2 a 2.

ESCALAÇÃO

O Brasil manteve a formação que iniciou o último amistoso pré-Copa, com Philippe Coutinho de armador pelo lado esquerdo – a posição seria de Renato Augusto – e Willian, Gabriel Jesus e Neymar no ataque.

PRIMEIRO TEMPO

A Suíça deu o primeiro chute a gol da partida – Dzemaili mandou por cima – e depois o Brasil dominou territorialmente. Neymar recebia “atenção especial” de Behrami na partida e pouco conseguiu produzir. A Suíça soube proteger bem a área, mas fora dela nem tanto: Philippe Coutinho aproveitou um rebote da zaga e mandou um torpedo no ângulo, abrindo o placar aos 20 minutos. Foi uma das poucas finalizações da partida – quatro do Brasil (apenas uma certa) e duas da Suíça (ambas para fora). A Suíça chegou a ter mais posse de bola (51% a 49%).

SEGUNDO TEMPO

Contudo, no segundo tempo, a Suíça empatou rapidinho, na primeira falha de marcação brasileira. Após escanteio, Zuber subiu sem marcação na pequena área e fez 1 a 1, aos 5 minutos. Os jogadores do Brasil reclamaram que Zuber empurrou Miranda.

Aos 15 minutos, Tite fez a primeira mudança na equipe. Trocou Casemiro (que já tinha cartão amarelo) por Fernandinho. Aos 21, trocou Paulinho por Renato Augusto. O time tentou criar chances, mas não conseguia penetrar na área e as finalizações de longe não levaram perigo.

Aos 34, entrou Roberto Firmino no lugar de Gabriel Jesus no ataque. Nos minutos finais, o Brasil teve quatro boas chances de desempatar, mas não conseguiu.

ESTATÍSTICAS

Ao fim de 90 minutos, o Brasil finalizou 18 vezes (3 certas), teve 54% de posse de bola e 88% de eficiência nos passes. A Suíça somou 6 finalizações (2 certas), 46% de posse de bola e 80% de eficiência nos passes. Os porcentuais são do site Whoscored.

BRASIL 1 x 1 SUÍÇA

Brasil: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho; Willian, Gabriel Jesus (Roberto Firmino) e Neymar. Técnico: Tite

Suíça: Sommer; Lichtsteiner (Lang), Schär, Akanji e Ricardo Rodríguez; Behrami (Zakaria), Xhaka, Shaqiri, Dzemaili e Zuber; Seferovic (Embolo). Técnico: Vladimir Petkovic

Gols: Phipippe Coutinho (20-1º), Zuber (5-2º)

Cartões amarelos: Lichtsteiner, Casemiro, Schär, Behrami

Árbitro: Cesar Ramos (MEX)

Local: Arena Rostov, em Rostov Do-Don, domingo

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

3 – Shaqiri cruza. Dzemaili, livre, finaliza por cima

6 – Willian tenta passar por Rodríguez e chuta quase da linha de fundo, para fora

11 – Neymar e Philippe Coutinho tabelam pelo lado esquerdo. Neymar rola a bola para a pequena área. Schär se atrapalha com a bola. Paulinho finaliza. O goleiro toca na bola de leve e manda pela linha de fundo, mas o árbitro dá tiro de meta

17 – Gabriel Jesus recebe de Philippe Coutinho e cruza rasteiro. Sommer salta e pega

20 – Gol do Brasil. Philippe Coutinho pega a sobra fora da área e chuta no ângulo esquerdo do goleiro. A bola toca a trave e entra

33 – Neymar cobra escanteio. Gabriel Jesus sobe na pequena área e cabeceia para o lado

40 – Zuber domina na área e chuta forte; a bola explode na cabeça de Thiago Silva

43 – Akanji chuta do meio-de-campo e manda para a linha de fundo

47 – Neymar cobra escanteio. Thiago Silva cabeceia por cima

SEGUNDO TEMPO

1 – Dzemaili arrisca de longe e manda à esquerda do gol

5 – Gol da Suíça. Shaqiri cobra escanteio. Zuber sobe sozinho na pequena área e fuzila de cabeça

12 – Philippe Coutinho pega sobra da defesa e arremata duas vezes. Nas duas, a defesa bloqueia. A bola cai com Neymar, que dribla Lichtsteiner e chuta na rede do lado de fora

14 – Casemiro arrisca de longe e chuta por cima

21 – Fernandinho arrisca de fora da área. A bola desvia na defesa e em sai em escanteio

22 – Willian arrisca da entrada da área e manda por cima

24 – Neymar lança para a área. Philippe Coutinho dribla Schär e bate a gol, mas para fora

28 – Shaqiri faz jogada pela direita e tola para Dzemaili, que finaliza da meia-lua. Alisson pega

29 – Gabriel Jesus é agarrado por Akanji na área, cai e pede pênalti. O árbitro manda seguir

31 – Fernandinho arrisca de longe e manda por cima

32 – Neymar chuta de fora da área. Sommer cai no canto direito e pega

36 – Firmino é lançado e chuta cruzado, com perigo, mas por cima do gol

42 – Coutinho cobra falta para a área. Ninguém desvia, a bola vai ao gol e Sommer pega

43 – Willian cruza e Neymar cabeceia forte. Sommer pega

45 – Neymar cobra falta para a área. Firmno cabeceia, Sommer espalma e Fernandinho não alcança a bola no rebote

46 – Miranda domina a bola na área e finaliza. A bola sai rente à trave direita

50 – Neymar cobra falta para a área; a zaga afasta mal. Renato Augusto finaliza cruzado. Schär estica a perna e evita o gol

Casemiro, do Brasil, contra a Suíça (Foto: André Mourão / Mowa Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here