Recebeu alta nesta segunda (30)  à tarde o bebê que nasceu durante um grave acidente de caminhão na Rodovia Régis Bittencourt, na divisa do Paraná com o estado de São Paulo. Ele foi entregue à família da mãe da criança, Ingrid Ribeiro, que morreu ainda no acidente e morava em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os familiares reclamaram da demora da liberação da criança nas redes sociais.

A criança estava internada desde a última quinta-feira (26), quando aconteceu o acidente, no Hospital Regional Vale do Ribeira, no Centro de Pariquera-Açu, em São Paulo. A criança não teve sequelas. O velório de Ingrid acontece na tarde desta segunda (30) no Cemitério Pedro Fuss, em São José dos Pinhais. O enterro deve acontecer às 13 horas desta terça (1).

O caminhão em que Ingrid estava  tombou. Ela foi então arremessada do caminhão onde estava e morreu depois de ter o abdômen rompido. A ruptura obrigou o bebê a nascer involuntariamente. Até domingo (29), ela não tinha sido identificada porque estava sem documentos. Ingrid completaria 21 anos nesta segunda-feira (30). A irmã, Adriele Ribeiro, confirmou o falecimento dela nas redes sociais.

O corpo de Ingrid foi liberado na tarde deste domingo e está sendo  velado nesta segunda-feira, 30, no Cemitério Pedro Fuss, em São José dos Pinhais, onde também deve ser enterrado.

O acidente aconteceu nas proximidades do quilômetro 527 da Régis Bittencourt. As tábuas de madeira transportadas pelo caminhão caíram em cima da passageira, que teve o abdômen rompido. As equipes de emergência encontraram o bebê em meio aos destroços e o socorreram até o Hospital Regional, em Pariquera-Açu, cidade vizinha a Cajati.

O motorista recebeu alta na sexta-feira (27) e, segundo a família, está em casa. A polícia informou que ele deu uma carona para a grávida em um posto às margens da BR-116, em São José dos Pinhais, a cerca de 100 km de distância do local do acidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here