O deputado federal paranaense e ex-ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), criticou hoje o Supremo Tribunal Federal por negar prisão domiciliar para o ex-deputado federal Nelson Meurer (PP), que morreu hoje após contrair o Covid-19, e estava preso desde 2019, condenado por corrupção no âmbito da operação Lava Jato. “Nelson

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você for um usuário existente, faça o login. Novos usuários podem se registrar abaixo.

Existing Users Log In
   
New User Registration
*Campo obrigatório

AO VIVO RÁDIO WEB MANGUEIRINHA ONLINE

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA