O futuro do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário Roberto de Assis Moreira, presos em Assunção há cinco meses, será definido no próximo dia 24. A Justiça do Paraguai marcou na noite de segunda-feira para essa data uma audiência que vai julgar o caso dos dois ex-atletas brasileiros.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você for um usuário existente, faça o login. Novos usuários podem se registrar abaixo.

Existing Users Log In
   
New User Registration
*Campo obrigatório