A Polícia Ambiental prendeu três pessoas em flagrante na segunda-feira (10), suspeitas de cortar 190 árvores ilegalmente em uma propriedade rural no município de Guaraniaçu. Segundo a polícia, os três são suspeitos de destruírem 1.100 metros quadrados de mata nativa, sendo 100 m² em área de preservação permanente. No local

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você for um usuário existente, faça o login. Novos usuários podem se registrar abaixo.

Existing Users Log In
   
New User Registration
*Campo obrigatório