Apesar de o Grêmio ter dominado boa parte da partida contra o Corinthians, disputada em sua arena, na noite deste sábado, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o placar não saiu do 0 a 0. Titular no ataque no lugar de Everton Cebolinha, vendido ao Benfica, o jovem Pepê lamentou as chances desperdiçadas do setor ofensivo.

“Nossa equipe criou bastante no primeiro e segundo tempo. Na minha visão, faltou um pouco de capricho na hora das finalizações. Nos impusemos durante boa parte do partida, conseguimos mostrar nosso estilo de jogo e isso foi fundamental. A vitória seria importante, mas acabou não vindo”, disse o atacante.

A principal chance desperdiçada pelo Grêmio saiu dos pés de Diego Souza, em um pênalti que foi chutado para fora, em um reencontro com Cássio, goleiro que foi seu “algoz” na Copa Libertadores de 2012, quando o hoje gremista atuava no Vasco.

Em entrevista coletiva, o técnico Renato Gaúcho fez questão de ressaltar que não foi por conta do erro decisivo que o experiente atacante acabou sendo substituído. “No primeiro tempo eu senti o Diego (Souza) bastante desgastado. Não foi porque ele errou o pênalti que eu troquei. Eu sei que o Diego é um goleador, mas o desgaste para ele estava muito grande”

Com retrospecto de duas vitórias e um empate, o Grêmio está na parte de cima da tabela, com cinco pontos. A equipe gaúcha volta a campo já nesta quarta-feira quando visita o Flamengo, no Maracanã, às 19h15.

 

Fonte Estadão