Após um início “morno”, provocado pela pandemia do Covid-19 que levou ao adiamento das eleições municipais de outubro para novembro, a disputa pela prefeitura de Curitiba começou a “esquentar” nos últimos dias, com os pré-candidatos de oposição elevando o tom das críticas ao atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Rafael

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você for um usuário existente, faça o login. Novos usuários podem se registrar abaixo.

Existing Users Log In
   
New User Registration
*Campo obrigatório