O volume de ações e denúncias relativas à compra de votos chamou atenção da Justiça durante as eleições deste ano em Palmas, o que poderá ter implicações nos resultados das urnas, podendo alterar composições dos Poderes Executivo e Legislativo. A análise é do juiz eleitoral da Comarca, Eduardo Resseti Pinheiro

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você for um usuário existente, faça o login. Novos usuários podem se registrar abaixo.

Existing Users Log In
   
New User Registration
*Campo obrigatório