As primeiras informações são de que um policial e um vigilante foram baleados. Não há detalhes sobre o estado de saúde das vítimas. Os bandidos também incendiaram um batalhão da polícia militar e o túnel que liga a cidade à vizinha Tubarão. Outros relatos são de que, na fuga, os criminosos espalharam um malote de dinheiro pelas ruas. Vídeos mostram moradores recolhendo as notas. Prefeito pede para pessoas ficarem em casa Em vídeo, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB) fez um alerta à população para que fique em casa e evite sair às ruas da cidade. “Vamos confiar na polícia do Estado de SC para cumprir seu papel”.

Em entrevista à GloboNews, Salvaro informou que os criminosos deixaram a cidade em 8 a 10 veículos por volta das 3h, em direção ao sul do estado. “Em Santa Catarina, em especial aqui em Criciúma, nunca vivemos algo parecido. É uma experiência que não sairá da cabeça dos moradores, infelizmente de uma forma muito negativa”, disse. O prefeito informou ainda que todas as pessoas que haviam sido feitas reféns já foram liberadas, inclusive seis profissionais da prefeitura que pintavam sinalizações de trânsito na hora da ação e que tinham sido usados como escudo humano pelos bandidos. “Foi um ataque muito bem planejado. Agora, é hora de deixar polícia fazer seu trabalho para prender.

Informações. uol