Depois de um período de 8 anos no Legislativo Municipal, eleito pelo PT com votações expressivas, o vereador Celso Turok, agora no PSB, encerra seu mandato no próximo dia 31 de dezembro. Esse ano, Turok aceitou um novo desafio, que foi a disputa na chapa majoritária, sendo candidato à vice do então secretário de saúde de Candói, Juarez Turco (PTB). Apesar de receber o apoio da atual administração, a chapa não obteve a vitória nas urnas. Mesmo assim, Celso Turok, que é agricultor familiar, disse que sai da vida pública de cabeça erguida e com a sensação do dever cumprido.

Em entrevista à Extra FM, agradeceu os quase os mais de 2.800 eleitores que confiaram no projeto apresentado por sua coligação. Também parabenizou os nove vereadores eleitos para a Legislatura 2021/2024 e desejou sucesso na condução dos trabalhos. “Desejo muito sucesso aos colegas da coligação e aos demais eleitos e peço a eles que não briguem entre si, mas que trabalhem pelo povo, aprovando todos os projetos que tem por objetivo ajudar nosso povo de Candói. Também lembro que procurem, daqui dois anos, trabalhar e eleger deputados que tenham responsabilidade em trabalhar em Curitiba ou Brasília, enviando dinheiro para obras em nossa cidade”, declarou.

Apesar de não exercer mais cargo público a partir de janeiro, Turok afirma que jamais vai deixar a politica de lado. “Quero estar sempre junto com nosso povo, se Deus quiser essa pandemia vai passar e poderemos nos encontrar de novo com as pessoas, visitar as comunidades e participar das festas, isso é muito importante”, disse.

Quando o assunto é a parte financeira, Celso Turok brincou dizendo que sai da politica mais quebrado do que quando entrou. Admite que usou grande parte de seu salário como vereador para ajudar as pessoas e muito pouco em beneficio próprio. “É até engraçado falar, mas deixou a politico bem mais quebrado do que quando entrei nela. Quase todo meu salário eu gastava com as pessoas que precisam e vinham me pedir”, contou.

 

Informações extra FM Chopinzinho