A cada 20 minutos que passa, um veículo é furtado ou roubado nalguma localidade do Paraná, em média. Segundo dados do Sistema nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), entre janeiro de 2015 e setembro do ano passado (último mês com dados disponíveis) foram registradas 149.967 situações desse tipo no estado, que nos últimos anos até conseguiu reduzir o número de ocorrências, mas segue entre as unidades da federação com mais registros.

Em 2020, por exemplo, foram registrados 12.762 casos de furto ou roubo de veículos no Paraná durante os primeiros nove meses do ano, com 47 registros por dia, aproximadamente.

Em 2019, haviam sido 21.756 casos, com uma média de 60 ocorrências diárias. Além disso, no período analisado o recorde de ocorrências foi registrado em 2016, com 32.934 (90 por dia). Na comparação com 2019, então, nota-se uma redução de 34%.

Já no levantamento por UF, o Paraná aparece em 2020 como o quinto estado com mais ocorrências. Em todo o país, foram registrados 234.895 situações de furto e roubo de veículos no ano passado (até setembro). São Paulo (72.042), Rio de Janeiro (28.823), Minas Gerais (15.656) e Rio Grande do Sul (13.661) concentram o maior número de casos.

Motocicletas e utilitários são os ‘preferidos’

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), entidade que regula o mercado de seguros privados no país, os veículos mais visados pelos criminosos no Paraná, segundo a categoria tarifária, são as motocicletas, os utilitários e as pick-ups, nessa ordem.

O Índice de Veículos Roubados (IVR), obtido pela divisão entre o número de sinistros ocorridos e o número de veículo expostos (segurados) naquela localidade, mostra ainda que modelos como Dafra, Yamaha Motos (até 450 CC), o clássico GM Chevrolet Monza, motocicletas Honda (até 450 CC) e a Dodge Ram são os veículos segurados mais furtados e roubados no estado, com índices que variam entre 1,93% e 5,52%.

Para o levantamento, foram considerados os modelos com pelo menos 100 veículos segurados, considerando a orientação da Susep de que quanto maior o número de veículos expostos, maior é a confiabilidade do Índice de Veículos Roubados (IVR).

Se em vez do IVR fosse considerado o total de furtos e roubos por modelo (em número absoluto), os principais destaques seriam motos da marca Honda (até 450 CC), Toyota Hilux, VW Volkswagen Gol 1.0, Hyundai HB20, GM Chevrolet S-10, GM Chevrolet Onix Yamaha Motos (até 450 CC), Renault Sandero e VW Volkswagen Voyage.

Histórico de furto e roubo de veículos no Paraná

2020*
Furto de veículos: 9.280
Roubo de veículos: 3.482
Total: 12.762

2019
Furto de veículos: 15.967
Roubo de veículos: 5.789
Total: 21.756

2018
Furto de veículos: 17.620
Roubo de veículos: 7.870
Total: 25.490

2017
Furto de veículos: 19.346
Roubo de veículos: 11.366
Total: 30.712

2016
Furto de veículos: 20.366
Roubo de veículos: 12.568
Total: 32.934

2015
Furto de veículos: 17.072
Roubo de veículos: 9.241
Total: 26.313

* Dados até setembro

Fonte: Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp)

Veículos segurados com mais furtos e roubos no Paraná, segundo o IVR
Modelo: Índice de Roubos/Furtos (em %)
Dafra: 5,521
Yamaha motos até 450 CC: 3,752
GM Chevrolet Monza: 2,878
Honda motos até 450 CC: 2,104
Dodge Ram: 1,939
Kia Motors Bongo: 1,699
Kawasaki motos acima de 450 CC: 1,65
Fiat Stilo: 1,494
Peugeot Boxer: 1,352
VW Volskwagen Passat: 1,341

Veículos mais visados, segundo a categoria tarifária
Motocicleta: 1,800
Utilitários: 0,794
Outros: 0,670
Pick-up: 0,431
Passeio Nacional: 0,386
Veículo de carga: 0,364
Passeio Importado: 0,300
Ônibus: 0

Fonte: Índice de Veículos Roubados (IVR), da Superintendência de Seguros Privados (Susep)