Por volta das 07h00min deste domingo, dia 14, na Rua Mansueto Maito, Boqueirão, em Guarapuava, a equipe policial foi acionada para averiguar uma situação de desaparecimento de pessoa.

No local a solicitante de 35 anos, relatou que seu marido de nome Miguel Junior Pereira, 20 anos, era encarregado em uma empresa de corte de pinus na localidade de Palmeirinha, interior do município, e que após a demissão de três pessoas os quais eram ex-detentos, ele começou a receber ameaças de morte via aplicativo whatsapp.

No sábado, dia 13, segundo ela, por volta das 20hrs ela avistou os indivíduos próximo de sua residência, e que temendo por sua integridade física, o casal decidiu se mudar, sendo que neste domingo enquanto ela arrumava os pertences, ele saiu em frente à residência e desapareceu.

Por volta das 09hrs a solicitante começou a receber mensagens em seu celular, oriundas do número do telefone do seu marido, as quais diziam que iram matar o mesmo e que não queriam nada em troca.

Em seguida a esposa procurou a Polícia Civil e repassou a situação para serem tomadas as medidas cabíveis.

(Fonte: Cantu em Foco)